Caracterização do apicultor

Questionário de Caracterização do Apicultor

A APIMIL está a realizar um estudo da caracterização dos apicultores na sua zona de acção. A sua opinião conta para definirmos novas estratégias de actuação! Preencha aqui o questionário.

Iconhttps://docs.google.com/forms/d/1fQOOW3fytBMQqEVJ9n_Aap_7WW0FM9N7DWKBS8hQR1c/viewform

terça-feira, 28 de março de 2017

ASSEMBLEIA GERAL DA APIMIL E AÇÃO SENSIBILIZAÇÃO- SANIDADE E LEGISLAÇÃO APÍCOLA

Caros Associados:
Vai a Apimil (Associação de apicultores do Minho e Lima), promover uma Assembleia Geral no dia 8 de Abril de 2017 pelas 14.30 horas, no salão dos bombeiros voluntários de Vila Nova de Cerveira, com a seguinte ordem de trabalhos:
1º Apresentação de contas da APIMIL do ano 2016 
2º Escolha do medicamento convencional e biológico para os anos 2016/17 e 2017/18
3º Inscrição de todos apicultores no Plano apícola 2017/2018, que tenham as cotas em dia do ano 2017 conforme regulamento da APIMIL.
4º Outros assuntos de interesse




  Ação de sensibilização (a Continuação)
 SANIDADE E LEGISLAÇÃO APICOLA  (TÉCNICO APIMIL):
· BOLETIM DE APIÁRIO (CASO PRÁTICO APIÁRIO)
· COLOCAÇÃO DE TRATAMENTOS PARA VARROA
· RESUMO DE 3 ANOS DE SANIDADE APÍCOLA NA APIMIL
· CASOS PRÁTICOS DE DOENÇAS (DEMONSTRAÇÃO PRÁTICA)
                                                                                                                                                                                    
È favor todos os sócios estarem presentes



terça-feira, 21 de março de 2017

CONVITE: workshop Pitch (para quem quer criar o seu próprio-negócio)





Melgaço recebe no dia 22 de março o Workshop Pitch subordinado ao tema ‘Apresentação de projetos de empreendedorismo e soluções de financiamento’. A ação acontece no Salão Nobre da Câmara Municipal, pelas 15h00, e é dirigida a todos os que pretendam criar o seu próprio negócio. Uma iniciativa promovida pela Associação Famílias, no âmbito do Projeto PT CREATIVE VILLAGE, em parceira com a Câmara Municipal de Melgaço, com o Instituto Renascer e com o Movimento Lírio Azul.
Durante o Workshop serão abordadas ferramentas de planeamento estratégico que permitam desenvolver e esboçar novos modelos de negócio e dadas a conhecer iniciativas de apoio à criação do próprio emprego, como apresentar uma ideia de negócio e todo o processo de tomada de decisão relativamente à viabilidade de projetos de investimento.
Os beneficiários desta ação são empreendedores ou potenciais empreendedores, provenientes do concelho de Melgaço e concelhos limítrofes, com evidente interesse no desenvolvimento dos seus conhecimentos e no aperfeiçoamento das suas capacidades. O Workshop facultará aos empreendedores e potenciais empreendedores a oportunidade de se capacitarem de uma forma complementar e estruturada, dando-lhes soluções mais benéficas e mais enquadradas com as suas necessidades. Aos interessados em criar o seu próprio negócio ser-lhes-á disponibilizado todo o apoio técnico e gratuito.
A saber, o projeto PT CREATIVE VILLAGE é composto por sete ações, articuladas entre si, de modo a transformar as regiões NUT II NORTE e CENTRO em polos produtores de iniciativas com forte aposta no conhecimento e na criatividade, posicionando-se local, regional, nacional e internacionalmente como novas centralidades territoriais.
As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias, até ao dia 21 de março aqui!
A iniciativa tem o co-financiamento dos Fundos da União Europeia através do Programa COMPETE 2020.


Formação Profissional Agrícola: Calendário de Cursos

Formação Profissional Agrícola: Calendário de Cursos




Conheça a nossa vasta oferta formativa e invista na sua formação profissional!
(Para saber mais, clique no título de cada curso)
__


Primeiros Socorros – 24 de Março

Iniciação à Apicultura – 25 de Março















Informação e contactos:

Espaço Visual, Consultores de Engenharia Agronómica, Lda
Departamento de Formação Profissional
+351 224 509 047
dep.formacao@espaco-visual.pt

Saiba mais em: formacao.espaco-visual.pt



segunda-feira, 6 de março de 2017

Novos contratos com a Sociedade Ponto Verde (SPV)

Exmo. Sr.
Presidente da Direção,

Reencaminhamos para seu conhecimento, informação recebida de uma das nossas associadas relativa às novas regras e novos contratos com a Sociedade Ponto Verde. O Despacho nº154-A/2017 de 3 de janeiro, que se anexa, concedeu à Sociedade Ponto Verde uma nova licença para gestão de um sistema integrado de resíduos de embalagens, a qualvigorará de 01/01/2017 a 31/12/2021.

A nova licença introduziu alterações ao funcionamento do Sistema de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE) gerido pela Sociedade Ponto Verde, sendo a principal relativa ao âmbito das embalagens abrangidas.

O âmbito do sistema gerido pela Sociedade Ponto Verde passa a abranger apenas as embalagens destinadas ao consumidor final, ou seja, as embalagens primárias (1), as embalagens de serviço (2) e as embalagens multipacks (3) dos produtos de grande consumo. 

1 - Embalagens Primárias: embalagens concebidas de modo a constituir uma unidade de venda para o utilizador final ou consumidor no ponto de compra.
2 - Embalagens de Serviço: embalagens que se destinem a um enchimento num ponto de venda, para acondicionamento e transporte de produtos pelo consumidor. Exemplos:
  • Sacos de caixa;
  • Sacos para fruta;
  • Sacos para pão;
  • Embalagens para comida take away;
  • Plástico que envolve peças de roupa lavadas (lavandarias).
3 - Embalagens MultipackEmbalagens concebidas de modo a constituírem, no ponto de compra, uma grupagem de determinado número de unidades de venda, cuja função é permitir ao consumidor mover várias dessas unidades (embalagens primárias) de produtos (bens) em simultâneo e destinadas a serem transacionadas como tal ao cliente final (consumidor). Exemplos:
  • Cartão que agrupa 6 garrafas de cerveja ou 6 leites achocolatados ou 4 iogurtes líquidos;
  • Plástico a agrupar 6 latas de refrigerante ou cerveja;
  • Plástico a agrupar 6 pacotes de leite ou 4 garrafas de água ou 4 garrafas de refrigerante;
  • Ofertas promocionais desde que os produtos que as compõem tenham código de barras próprio.

Passam, por isso, a ficar excluídas do âmbito, as embalagens secundárias e terciárias de produtos de grande consumo, bem como todas as embalagens de produtos industriais.

Ficam ainda excluídas as embalagens de produtos destinados ao canal HORECA que se destinem ao consumo do próprio estabelecimento e não a serem fornecidos por este ao cliente final sem efetuar qualquer tipo de transformação.

A nova licença estabelece que a SPV deve celebrar novos contratos com os seus aderentes até ao dia 31 de março de 2017, mantendo-se os atuais contratos em vigor até essa dataA transição para este novo contrato não implica a necessidade de encerramento do atual contrato, bastando proceder à sua substituição pelo novo. Após a substituição efetiva do contrato, a relação com a SPV continuará a decorrer normalmente, mas ao abrigo do novo âmbito da licença.

Anexo documento enviado pela Sociedade Ponto Verde sobre o assunto em epígrafe.

Com os melhores cumprimentos,
João Casaca

FNAP – Federação Nacional dos Apicultores de Portugal
Rua Mestre Lima de Freitas, nº 1
1549-012 LISBOA
Tel: + 351 217 100 084
Fax: + 351 217 166 123
GSM: + 351 919 678 771


quarta-feira, 1 de março de 2017

Programa prático em apicultura Buckfast! A criação de abelhas, uma ciência, uma arte...

Exmo/a. Srs.
Informo que a 22 e 23 de Abril de 2017 realizar-se-à uma formação prática em apicultura Buckfast...


Programa:


22 de Abril 
09h00
  • Acolhimento

09h15( Virtelo - Cousso )
    1. Composição de um núcleo a partir de uma colmeia
    2. Maneio de mini-plus de acasalamento
    3. Maneio de mini-plus para inseminação
    4. Recolher rainha virgem para ser inseminada no dia 23
          14h30( Virtelo - Cousso )
            1. Núcleo iniciador
            2. Apresentação "como aplicar ácido oxálico"
            3. Picking
            4. Análise sobre acasalamento dirigido com tempo de voo controlado
            5. Colmeias continuadoras
                    19h30
                      1. Assembleia-Geral da Buckfast Portugal
                      2. Jantar convivio

                        23 de Abril 

                        10h00( Branda da Aveleira )
                          1. Prática na Estação de Acasalamento Dirigido
                          14h30( Solar do Alvarinho )
                            1. Inseminação
                            2. Inseminação prática
                              18h30
                                1. Entrega dos certificados de participação
                                2. Alvarinho de honra
                                3. Despedida
                                Mais infromação em: http://abelhadebuckfast.blogspot.pt/


                                    Cumprimentos
                                    Paulo Gonçalves 



                                    terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

                                    IRS 2016 - Folheto informativo da AT sobre o Mod. 3





                                    Junto se envia o folheto informativo sobre o modelo 3 do IRS2016, disponibilizado no site da Autoridade Tributária e Aduaneira, cujo prazo de entrega decorre de 1 de abril a 31 de maio 2017.

                                    Para aceder ao folheto clique sobre a imagem.





                                    sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

                                    IX Jornadas Técnicas Apícolas Avis mellífera





                                    PROGRAMA das IX Jornadas Técnicas Apícolas Avis mellífera

                                    É com orgulho que a ADERAVIS – Associação para o Desenvolvimento Rural e Produtos

                                    Tradicionais do Concelho de Avis vai realizar a IX edição das Jornadas Técnicas Apícolas Avis

                                    mellífera 2016.

                                    Mais uma vez contamos com a participação de largas dezenas de apicultores, técnicos,

                                    dirigentes associativos e outros agentes do sector oriundos de todo o país. Vamos mais uma vez

                                    tentar que a Festa da Apicultura esteja ao nível das edições anteriores e se possível ainda

                                    melhor.

                                    Para isso optamos uma vez mais por um programa diferente, por abordar assuntos apícolas dos

                                    quais se poderia dizer: tudo o que você queria saber sobre (...) e nunca ousou perguntar.

                                    Assuntos menos óbvios e talvez por isso muito interessantes...

                                    Este ano o evento terá lugar no Salão da Junta de Freguesia de Avis, no Sábado 10 de Dezembro

                                    de 2016, com o seguinte programa e horários:

                                    09:00 Horas - Recepção dos Participantes

                                    09:30 Horas – Workshop

                                    Higiene e Segurança no Trabalho Apícola - Eng.o José Joaquim Gardete

                                    Dores musculares, entorses, fracturas, ciáticas, infecções, picadas, choque anafilático,

                                    intoxicações alimentares e incêndios, entre muitos outros riscos.

                                    Haverá actividade mais perigosa que a apicultura?

                                    Ou melhor, seguindo as regras de Higiene e Segurança no Trabalho Apícola conseguiremos evitar

                                    a maioria dos riscos da anterior “lista negra”? O Eng.o Gardete irá instruir-nos como tão bem o

                                    sabe fazer!

                                    12:30 Horas - Almoço Organizado * no Restaurante O Clube Náutico

                                    14:30 Horas – Colóquio

                                    Moderador: Eng.o José Joaquim Gardete

                                    Saudação – Direcção da ADERAVIS, Município de Avis, J. Freguesia de Avis

                                    Tema 1 – O Mel e o Movimento Slow Food

                                    Eng.o Victor Lambert, Movimento SLOW FOOD INTERNACIONAL

                                    Em contracorrente com os actuais (maus) hábitos alimentares, numa época em que o tempo

                                    escasseia para tudo, uma forma diferente de estar na alimentação – o Movimento Slow Food

                                    Internacional.

                                    É legítimo perguntar se o mel e demais produtos da colmeia serão dignos de figurar nas iguarias

                                    desta nova filosofia de vida. Estamos certos que sim, as práticas milenares e saudáveis

                                    associadas ao labor das abelhas e dos apicultores decerto que justificarão esse estatuto aos

                                    produtos apícolas.

                                    Tema 2 – O Património Apícola Cerieiro na Península Ibérica

                                    Doutor Damián Copena, UNIVERSIDADE DE VIGO

                                    Quem já ouviu falar em Lagares de Cera e em Eiras de Cera? Para que serviam? Ainda existem?

                                    Onde os podemos encontrar?

                                    Um património que passa despercebido à maioria dos actuais apicultores, estruturas ancestrais

                                    ligadas ao sector apícola e que em tempos foram de grande importância no processamento da

                                    cera de abelha para o fabrico de velas, mobiliário e para muitas outras aplicações.

                                    Tema 3 – Apis mellífera iberiensis vs ligústica, buckfast, carnica, etc...

                                    3a - Conservação e Melhoramento Genético da Abelha Ibérica – Eng.o João Tomé – VALE DO

                                    ROSMANINHO

                                    3b - As abelhas Buckfast e Ligustica - Sr. António Patrício – APIGUARDA

                                    Há muito que se fala nos prós e nos contras da importação das chamadas “abelhas exóticas”.

                                    Cada vez há mais adeptos da criação destas abelhas de temperamento dócil, sejam elas as

                                    Ligusticas, as Carnicas ou as Buckfast.

                                    E como ficará o pool genético da Apis mellífera iberiensis? Estaremos a evoluir para um híbrido

                                    descaracterizado e resultante de uma amálgama de genes ao sabor dessas importações de

                                    “exóticas”?

                                    Ou por outro lado, serão essas abelhas realmente exóticas? Não são elas também oriundas

                                    do continente europeu? Não terão características suficientemente importantes para que as

                                    possamos utilizar nas nossas explorações? Aguardemos pelo debate...

                                    Debate

                                    18:00 H - Encerramento das Jornadas Técnicas Apícolas Avis mellífera 2016

                                    * O Almoço terá lugar pelas 12:30 horas no restaurante O Clube Náutico, em Avis, terá o custo

                                    de 12,00€/pessoa e constará de: Sopa + Febras de Porco Preto com Migas Alentejanas e ou

                                    Batatas Fritas, + Bebidas + Sobremesa e Café.

                                    Apesar de não ser necessária inscrição para as jornadas Avis mellífera, todos os interessados

                                    em participar no almoço organizado deverão inscrever-se até ao dia 2 de Dezembro de 2016

                                    através do Email: montedomel@gmail.com